Sexualidade

Por que não consigo chegar ao orgasmo?

Prazer sexual

O orgasmo é o ápice do prazer sexual durante a relação e também na masturbação. Por isso, é normal que as mulheres desejem muito desfrutarem desse momento.

Entretanto, existem algumas situações que impedem ou dificultam algumas mulheres a sentirem esse prazer. De forma a ocorrer o atraso ou a ausência persistente.

Se você tem dificuldade em chegar ao orgasmo, você se sente insegura tanto em relação a você quanto a outra pessoa. Fica com baixa autoestima e uma tristeza pelo fato de não conseguir ter o desempenho sexual desejado. Além disso, você pode acabar perdendo o interesse pelo sexo.

Existem pessoas que não conseguem chegar ao orgasmo tanto no ato sexual, quanto na masturbação. Já outras, conseguem através da masturbação. Podendo ocorrer o atraso ou a ausência persistente ou recorrente orgástica, mesmo após a fase normal de excitação sexual. É preciso chamar atenção a isso, pois as mulheres que não conseguem chegar ao orgasmo de forma alguma podem estar passando por um problema maior, o que requer maiores cuidados.

O orgasmo é a resposta de um desejo e uma excitação intensa, junto a estímulos persistentes, ocorrendo então contrações rítmicas no terço inferior da vagina, além de contrações no útero e no esfíncter retal e uretral. Outras reações que a pessoa pode ter são eritema na pele, taquicardia e hiperventilação respiratória, espasmos musculares voluntários e involuntários tanto nos membros quanto no rosto.

A experiência que o orgasmo proporciona são tanto físicas como individual, ou seja, cada um tem uma experiência diferente. Assim, a intensidade e o prazer variam de acordo com o contexto, a qualidade e a quantidade da estimulação sexual que você teve.

 

AS PRINCIPAIS CAUSAS QUE COMPROMETEM ATINGIR O ORGASMO

1-  ESTRESSE

As tensões no trabalho, nas relações e nas diversas funções que uma mulher desempenha, têm impacto negativo na sua função sexual. Pois, os nossos pensamentos irão contribuir para que ocorra o prazer sexual. Se caso você estiver muito ocupada, preocupada, estressada ou mesmo distraída, não irá conseguir ter o relaxamento e a estimulação necessária para este momento. E principalmente, não deve se sentir obrigada a alcançar o orgasmo, pois, as chances de frustração são grandes.

2- EXPERIÊNCIA SEXUAL ANTERIOR

Experiência traumática como abuso sexual, obstétricas ou que não foram prazerosas por diversos motivos, tendem a serem destacadas na vida da mulher, influenciando as relações sexuais posteriores.

3- PROBLEMAS DE SAÚDE MENTAL

Depressão e os outros transtornos mentais influenciam a relação da pessoa consigo mesmo, com o seu corpo, com a forma de ver o mundo e as situações; também sua relação com as outras pessoas. Consequentemente, impactará na relação com a sua companhia e na sua relação sexual.

4- PROBLEMAS DE SAÚDE FÍSICA

Problemas como distúrbios musculares e neurológicos endócrinos, menopausa, cirurgias, diabetes, obesidade, hiperprolactinemia, hipotireoidismo, fadiga, modificam hormônios relacionados a função sexual. Alteração genital anatômica, inflamatórias, entre outros, também podem prejudicar sua vida sexual.

5- EFEITO COLATERAL DE MEDICAMENTOS, ÁLCOOL E DROGAS ILÍCITAS

Os anticoncepcionais hormonais resultam em uma menor disponibilidade de testosterona livre, hormônio relacionado diretamente a libido. Antidepressivos também diminuem o desejo sexual e dificultam os orgasmos. Assim como outras drogas psicoativas e psicotrópicas que são medicamentos para causas mentais, emocionais e neurológicas. Drogas ilícitas, toxinas, álcool, entre outros, também prejudicam o desempenho do orgasmo, principalmente em quantidades altas de uso.

6- SEXO INFREQUENTE

A rotina, o cansaço do dia a dia, as tarefas diárias, a desmotivação em fazer atividades diferentes, a ausência da conquista permanente, o comodismo, tudo isso tende a diminuir o desejo sexual do casal. O que diminui também o interesse e a intimidade, acabando por interferir na frequência das relações sexuais. E quando acontecer, já não proporciona mais o mesmo prazer de antes. Com isso, aumenta as chances de a mulher não chegar ao orgasmo.

7- PROBLEMAS FINANCEIROS

Esse é um tema bem complicado, quando mexe no bolso a coisa fica bem séria. Problemas financeiros, individuais ou em casal, muitas vezes tiram noites de sono. Essas preocupações começam a tomar conta dos seus pensamentos. Chega a não conseguir se concentrar em outra coisa, comprometendo até nos seus momentos íntimos.

8- BAIXA EXPECTATIVA QUANTO AO FUTURO DA RELAÇÃO

Quando a relação chega a um momento em que você não sabe mais se ainda tem como resolver os conflitos. Fica na dúvida se ainda tem um sentimento, já não enxerga mais aquela pessoa como via antes e não consegue imaginar um futuro com ela, é bem provável que a relação sexual não vai ter o mesmo efeito e proporcionar o mesmo prazer de antes.

9- FALSAS CRENDICES, FALTA DE INFORMAÇÃO, TABUS, RELIGIÃO

Estrutura de crenças e uma educação sexual limitante, que considera a sexualidade como um comportamento errado, considerando-a somente como um ato sexual, cuja função é exclusiva a de reprodução.

Há também aquelas que supervalorizam a sexualidade e o desempenho sexual. Isso pode causar culpa, ansiedade, tensão corporal, medo de ser abandonada ou de engravidar; além do medo de envelhecer, não criando intimidade com o próprio corpo e/ou com o da outra pessoa. No entanto, a sexualidade é um comportamento natural, saudável e contribui para o bem-estar e a qualidade de vida. Além de ser uma habilidade que pode ser desenvolvida com a prática, melhorando seu desempenho e o prazer.

10- BAIXA AUTOESTIMA

Não gostar e não se sentir bem com o seu corpo, não se olhar no espelho, sentir vergonha dele a ponto de se preocupar no momento da relação sexual. Não sentir a vontade de explorá-lo e de conhecê-lo através de toques, carícias para descobrir as partes que sente prazer. Fingir para o parceiro (a) que atingiu ao orgasmo. Tudo isso irá interferir no seu prazer, além de provocar desinteresse sexual, dificuldade de se estar por completo vivenciando o sexo e estar tranquila no contato com o outro e principalmente, bem consigo mesma.

Clique aqui para receber conteúdos exclusivos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *